Você sabia que o Canadá é um estado independente, tem o seu próprio parlamento e um primeiro ministro, mas o país é regido pela Rainha Elizabeth II?

Isso mesmo, o Canadá é um dos países que, por conta da tradição e cultura, ainda está “sob” as ordens da rainha britânica.

O Canadá é um país que é o sonho de muitos brasileiros, seja para estudar, morar ou para lazer.

Os canadenses são receptivos a estrangeiros e sua população é influenciada por diversas etnias e culturas, fruto da imigração muito valorizada na política do país.

Além da beleza natural e acolhimento dos estrangeiros, os imigrantes são atraídos para viver no Canadá devido ao alto índice de qualidade de vida ou à segurança pública eficiente ou, ainda, à qualidade das instituições de ensino canadenses.

Muitos imigrantes vão para o Canadá para emigrar, em busca de um país multicultural e cheio de oportunidades.

O Canadá está situado no extremo norte das Américas, é o segundo país do mundo em extensão territorial – ficando atrás somente da Rússia. Faz fronteira com os Estados Unidos ao sul e ao noroeste com o Alasca.

Seu litoral é banhado pelo Oceano Atlântico (Leste), Pacífico (Oeste) e Ártico (Norte). Por estar cercado por oceanos, o lema do Canadá é “De mar a mar”.

Como é o clima do Canadá?

O clima do Canadá caracteriza-se pela diversidade, por causa da sua extensão territorial. As temperaturas mudam de acordo com a região e a estação, podendo variar de 35ºC, no verão, a – 30ºC, no inverno.

No geral, o Canadá possui quatro estações bem definidas e pode-se desfrutar de cada uma delas.

Devido às correntes de ar quentes e úmidas do Oceano Pacífico, a costa da Colúmbia Britânica tem o clima mais temperado do Canadá. Já nas planícies centrais da América do Norte, que vão das Montanhas Rochosas até os Grandes Lagos, há invernos frios e verões quentes.

Na região dos Grandes Lagos, a temperatura média diária é de 20ºC. As temperaturas mais agradáveis estão na primavera e no outono.

Idiomas Oficiais do Canadá

O país possui dois idiomas oficiais: o inglês e o francês. O bilinguismo oficial é definido na Carta Canadense dos Direitos e das Liberdades (Official Languages Act e o Official Language Regulations).

Assim, ambos idiomas têm valor legal em todas as instituições federais do país.

Em proporção, o inglês é a língua mais falada. Praticamente 70% dos canadenses falam somente inglês, outros 13% falam somente o francês e 17% são fluentes no inglês e francês.

População do Canadá

Por conta da sua localização e a maior parte do seu território estar em regiões árticas não é um país populoso. Enquanto o Canadá ocupa uma área maior que os EUA, possui apenas um nono de sua população.

A população canadense é de aproximadamente 38 milhões de habitantes (segundo StatCan 2019). Desses, quase 60% da população vive na região dos Grandes Lagos e Vale do Rio São Lourenço.

Ao Norte, desta região densamente habitada, localiza-se o Canadian Shield (floresta boreal) que se estende ao longo do norte do país – cobrindo aproximadamente 49% do Canadá.

Qual é a Moeda do Canadá?

O dólar canadense é a moeda do Canadá, ou CAD. É normalmente abreviado com o símbolo $ ou C$.

Existem moedas de 1 (popularmente chamadas de penny), 5 (nickel), 10 (dime), 25 (quarter), 50 (50¢ piece, muito raras no mercado) centavos e moedas de 1 (loonie) e 2 (toonie) dólares.

Já as notas podem ser de 5, 10, 20, 50 ou 100 dólares. As cotações do dólar canadense são inferiores ao dólar americano.

Qual é a capital do Canadá?

A capital do Canadá não é a cidade mais conhecida do país. Definitivamente, muitos não diriam Ottawa quando questionados sobre a capital do país.

Entretanto, a cidade quando permitimos descobrir é bastante interessante para aqueles que buscam aprimorar suas qualificações e carreira profissional. No entanto, não é só disso que a cidade é feita. É possível fugir um pouco do estudo e trabalho. A cidade é famosa por suas casas mal-assombradas, com direito a excursões e contos de arrepiar.

Para se exercitar e curtir programas ao ar livre, vale um programa típico canadense: um belo passeio de bike. Assim, é possível conhecer o Canal de Rideau, Universidade de Ottawa, Parlamento e tantos outros locais.

Winterlude: capital do Canadá

A capital do Canadá também é palco de dois grandes eventos anuais. No inverno, o Winterlude – uma espécie de carnaval, com direito a esculturas no gelo, patinação, exposição de arte, muitas comidas típicas, música e dança.

Festival das Tulipas

Já na primavera, acontece o Festival de Tulipas que invade a cidade de cores e decorações.

Há quem diga que a vista do Dows Lake é uma das melhores para ver as cores das flores que se esparramam pelos jardins e criam memórias inesquecíveis no coração de todos.

Principais Cidades do Canadá

Confira as principais Cidades do Canadá:

Vancouver

É a maior metrópole do oeste do Canadá e a terceira maior do país. Já foi eleita duas vezes a melhor cidade do mundo para se viver devido à alta qualidade de vida, do ensino, do transporte e do nível de segurança.

Outro atrativo da cidade é a natureza que envolve Vancouver e as inúmeras atividades ao ar livre em praias, parques e montanhas. A cidade abriga o Stanley Park – com mais de 400 hectares – maior parque do país.

English Bay

Durante o verão, as praias são os pontos mais frequentados da cidade, como a English Bay, que tem o pôr do sol como atração principal. No inverno, você poderá aproveitar as melhores estações de ski do continente.

Toronto

É a maior cidade do país e a quarta maior da América do Norte. É considerada uma das cidades mais multiculturais do mundo, onde você poderá conhecer pessoas de todas as nacionalidades e estilos.

Além disso, por ser um grande pólo industrial, financeiro e abrigar milhares de sedes de empresas, é conhecida como uma cidade global com alto nível de influência nacional e internacional.

Cidade de Path

Toronto também é considerada a capital cultural do Canadá, com 125 museus e mais de 1.000 festivais por ano, que agitam o lado social da cidade.

Quando o inverno chegar, a sensação térmica de até -30º, é só descer até a cidade subterrânea, Path.

Você encontrará lojas, restaurantes e poderá ir de um ponto a outro da cidade sem congelar.

Ottawa

Como vimos anteriormente é a capital do país, além disso é a segunda cidade do Canadá com mais áreas verdes.

Cortando a cidade, temos o fascinante Canal Rideau. Considerado Patrimônio Mundial da UNESCO, é um ponto turístico famoso e que traz muito orgulho para os canadenses.

Montreal

É considerada a cidade mais europeia da América do Norte, Montreal é a cidade com a maior população que fala francês do mundo depois de Paris. Possui a fama de ter o povo mais educado do mundo.

Tem a maior concentração de estudantes universitários da América do Norte, Montreal é cheia de vida e com uma rotina noturna bem agitada, o que faz da cidade um destino muito atraente para jovens em busca de estudos no exterior.

Durante o verão, é muito comum alugar bicicletas para se locomover entre suas simpáticas ruas. No inverno, assim como Toronto, Montreal possui uma cidade subterrânea que dá acesso à maioria dos prédios do centro da cidade.

Winnipeg

Conhecida por seu clima extremo. É uma das cidades grandes mais frias do mundo; porém durante o verão pode alcançar temperaturas que passam dos 35ºC.

Localizada no centro do Canadá, Winnipeg é uma cidade plana, de fácil locomoção, com população amigável e com custo de vida mais barato do que as outras cidades do país.

Além disso, é a cidade canadense que recebe menos intercambistas internacionais, tornando-a um ótimo destino para quem quer estudar inglês na prática, sem muitas interrupções de amigos brasileiros.

Québec

É a cidade mais antiga do país, a única murada da América do Norte e com clima de romantismo por todos os lados.

Conhecida como a Capital Francesa do Canadá, a Ville Du Québec, como é chamada por lá, dá realmente a impressão de ser uma vila da França com ruas de pedras, prédios antigos, igrejas e capelas singulares, centenas de cafés ocupando as ruas.

O Château Frontenac é a principal atração da cidade. Esse castelo é um dos hotéis mais famosos do Canadá.

O calçadão à sua frente, chamado de Terrasse Dufferin, oferece um dos passeios mais agradáveis da cidade à margem do rio São Lourenço.

Canadá: Cultura

Em 1971, o Canadá adotou uma política chamada de multiculturalismo, que permite que todas as culturas cultivadas pela população local sejam igualmente importantes para o desenvolvimento do país.

Assim, cada lugar que você visita no Canadá parece um país diferente e, por isso, todos os visitantes se sentem tão bem acolhidos no país. Essa característica dos canadenses é o traço mais marcante da cultura do Canadá.

Maple Leaf

A Maple Leaf é aquela folha vermelha que aparece na bandeira do Canadá. Durante o outono, você verá várias delas caindo das árvores no país e são lindas! A folha é o símbolo mais marcante do país.

As artes e tradições canadenses são o reflexo das suas origens viking, inglesa, francesa, aborígene e de todos seus imigrantes.

A religião predominante no Canadá é o Cristianismo, 40% da população se declara católica e 30% protestantes.

Outro ponto cultural dos canadenses é a preferência por circular pela cidade de bike, ou transporte público que é extremamente eficiente e amplo tanto no metrô, como trem ou ônibus.

Hockey no gelo

A prática esportiva ou assistir aos jogos também é bem enraizado entre os canadenses.

Devido ao clima ser mais frio, as atividades indoor são as preferidas. O hockey no gelo é o esporte mais valorizado do Canadá.

Eles possuem uma liga de Hockey (National Hockey League) equivalente à NBA. Natação, ginástica artística, vôlei, basquete, futebol também possuem seu espaço.

Feriados nacionais mais tradicionais do Canadá

Entre os feriados nacionais mais tradicionais estão:

Canada Day

Canada Day – dia 1 de julho. Durante esse feriado, comemora-se a unificação das três províncias (Canadá, Nova Escócia e Nova Brunswick) com desfile pelas ruas, shows e queimas de fogos de artifício.

Outro feriado bem comemorado no Canadá é o Remembrance Day, celebrado em 11 de novembro e foi criado para homenagear os soldados que lutaram nas duas guerras mundiais a fim de proteger seu povo.

Groundhog Day

No Canadá é celebrado o dia da Marmota, ou “Groundhog Day”, é uma tradição pitoresca.

Todo o dia 2 de fevereiro, desde 1887, o pequeno roedor é observado pelos moradores de várias cidades do país. Segundo eles, o bichinho é capaz de prever a duração do inverno com o simples entrar e sair da toca, conforme o clima.

Intercâmbio no Canadá

Existem várias opções de intercâmbio no Canadá, desde as mais curtinhas de 2 semanas até 1 ano.

Os preços podem variar de R$2mil a R$35mil. Tudo dependerá da sua disponibilidade de tempo, financeira e da cidade escolhida.

Universidade de Toronto

O Canadá é um país muito procurado para intercâmbio, devido a sua receptividade com os estrangeiros, qualidade de ensino, inúmeras oportunidades de aprendizado na prática e, isso sem mencionar, as belezas naturais do país.

As 5 cidades mais procuradas para fazer o intercâmbio são, respectivamente: Vancouver, Toronto, Montreal, Ottawa e Victoria.

É possível conseguir uma bolsa de estudos no Canadá por intermédio de órgãos brasileiros.

No site da Fundação Capes, você tem mais informações e projetos com inscrições abertas. As bolsas oferecidas são tanto para graduação quanto para pós, incluindo-se aí especializações, mestrado e doutorado.

Pontos Turísticos do Canadá

O Canadá é repleto de atrações turísticas. Confira algumas delas!

Stanley Park

Stanley Park (Vancouver)– é o maior parque da cidade e já foi considerado o mais belo do planeta devido à sua natureza rara e exuberante.

São quase 400 hectares de trilhas desafiadoras e uma vista incrível para a famosa ponte Lions Gate.

Vancouver Aquarium

Vancouver Aquarium (Vancouver) – é uma atração para o ano todo e para um público variado. Sua infraestrutura é boa e é um ótimo programa familiar.

O aquário reúne diversas espécies de animais marinhos, principalmente os canadenses, entre eles peixes de dezenas de espécies, águas-vivas, estrelas-do-mar, pinguins, golfinhos, tubarões, lontras, baleias etc.

Canadá Place

Canadá Place (Vancouver) – centro de Exposições e espetáculos abriga o Hotel Pan Pacífico, o World Trade Center de Vancouver e um cinema 3D da IMAX, o primeiro do mundo.

É também o principal terminal de navios-cruzeiro da região, onde os famosos cruzeiros de Vancouver para o Alasca começam.

Falls lado Canadense

Niágara Falls (próxima a Vancouver) é uma cidade da província de Ontário e fica próxima à fronteira com os Estados Unidos, cuja principal atração são as famosas Cataratas do Niágara (vistas pelo lado canadense).

Já foi palco de batalhas; porém, hoje é um dos pontos turísticos do Canadá ideais para momentos de descanso em meio a natureza exuberante.

Sem falar nos passeios despretensiosos pela avenida Clifton Hill (região repleta de atrações para os turistas), experiências com tirolesas, cassinos, bares e restaurantes.

Myra Canyon Park

Myra Canyon Park (Kelowna) – um dos pontos turísticos do Canadá mais fascinantes que preserva uma fileira de pontes construídas manualmente no fim do século XIX, ao longo das paredes de um imenso canyon localizado na região.

São 18 pontes e 2 túneis que atravessam toda uma região montanhosa.

Warplane Heritage Museum

Canadian Warplane Heritage Museum (Hamilton) – Este é um museu para os amantes da aviação com dezenas de modelos de aviões antigos (a maioria da 2ª Guerra Mundial), contando com a ajuda de voluntários para a reconstrução e manutenção dos equipamentos.

São 40 aviões antigos, tais como o “WW1” e o famoso “Lancaster Bomber”.

Museum Real da Colúmbia British

O museu exibe peças originais da “História Humana” (objetos, móveis, roupas e utensílios pessoais dos primeiros habitantes do país) e da “História Natural” (retrata a história dos povos primitivos do Canadá antes das colonizações).

Seawall in Vancouver

Seawall in Vancouver – trata-se de um parque que fica entre o Stanley Park e a costa canadense, bastante procurado por turistas que desejam conhecer a parte litorânea da cidade.

Além de ter uma vista privilegiada para a famosa ponte Lions Gate e da famosa English Bay, uma das baías mais frequentadas do Canadá.

Mountain Bike Park

Whistler Mountain Bike Park – é um ponto turístico para quem gosta de esportes. É considerado o “Templo do Mountain Bike”.

Ideal para prática de Downhill, snowboard, esqui e bobsled.

Old Quebec

Old Quebec – um território com arquitetura bastante singular, de estilo clássico, repleto de construções erguidas nos séculos XVIII e XIX.

Famosa por ser a “guardiã” das influências coloniais francesas (apesar de mesclada pela colonização inglesa do país), possui um charme bastante característico, já que seus prédios ainda guardam os mesmos traços do passado, inclusive as lojas, bares, escolas e restaurantes.

O local recebe muitos visitantes durante a primavera, quando a temperatura é mais agradável, o que permite uma visão privilegiada do Rio Saint Laurent e do Castelo Chateau Frontenac.

Parliament Hill

Parliament Hill (Ottawa) – é uma área que abriga, entre outros monumentos, o prédio do Parlamento Canadense, que foi construído em 1859 e se tornou um dos mais belos cartões-postais do Canadá.

Impressiona pelos prédios históricos, entre eles: a “Biblioteca Nacional”, o “Prédio do Senado” e o “Memorial Chamber” (em homenagem aos soldados mortos na guerra contra a França).

Museu de Antropologia

Museu de Antropologia (Vancouver) – é conhecido como “O Museu da Diversidade” graças ao imenso acervo contendo objetos históricos de diversos países, como Portugal, Japão, México, China, África, e até mesmo do Brasil, com um setor dedicado à exposição sobre a floresta amazônica.

Canal Rideau

Canal Rideau (Ottawa) – durante o verão, é possível navegar por ele e fazer passeios com a família ou os amigos. Já no inverno, o canal congela e se transforma na maior pista de patinação no gelo do mundo!

Butchart Gardens (Victoria)

Grupo de belíssimos jardins que é umas das atrações do Canadá mais procuradas por estrangeiros e canadenses.

São mais de 700 espécies e mais de um milhão de plantas que florescem durante todo o ano.

Visto Canadense: Tipos e Como tirar

Quem pretende visitar a turismo o Canadá deve saber que existem duas modalidades de visto canadense:

eTA, que é uma autorização eletrônica de viagem, e o TRV – visto convencional de turismo. Cabe o alerta que a análise final dos seus documentos é feita pelo oficial de imigração na porta de entrada do Canadá.

A primeira opção é eTA (Electronic Travel Authorization ou Autorização Eletrônica de viagem).

É um visto de turismo mais barato, com processamento mais rápido e disponível para brasileiros desde o início de 2017.  Serve apenas para entrada no país por via aérea. Entradas via terrestre ou marítima continuam precisando do visto tradicional.

Quem pode solicitar o eTA?

Qualquer brasileiro que tenha um visto dos Estados Unidos válido ou que já tenha um visto canadense nos últimos 10 anos. No caso de várias pessoas da mesma família, é necessário uma aplicação e um pagamento por pessoa.

Esse visto não é analisado em conjunto, pois pode ser que nem todos os membros da família sejam elegíveis ao eTA.

Quanto custa e qual a forma de pagamento do eTA?

O eTA tem um custo de C$7. O pagamento é feito, somente através de cartão de crédito, diretamente no site ao final da aplicação.

Como solicitar o eTA?

É necessário os seguintes documentos: passaporte com validade mínima de 6 meses, cartão de crédito e e-mail.

O próximo passo é preencher o formulário no site do Governo do Canadá e efetuar o pagamento da taxa.

A dica é imprimir o recibo nesse momento.  A resposta, positiva ou não, costuma chegar em minutos; mas alguns casos podem levar até uma semana. Esse visto tem validade de 5 anos, ou limitada ao vencimento do passaporte.

A segunda opção é o Visto Canadense Tradicional – TRV (Temporary Resident Visa). É o tradicional visto de turismo, obrigatório para entrada via marítima, terrestre e aérea – exceto para quem tem o eTA.

Esse visto pode ser solicitado por qualquer cidadão brasileiro. A taxa básica é C$100 por pessoa ou C$500 para famílias de 5 ou mais pessoas.

Atualmente, é preciso fazer a biometria e o custo adicional é de C$ 85 por pessoa ou C$ 170 para família de 2 pessoas ou mais.

As taxas não são reembolsáveis e os valores podem mudar a qualquer momento, sem aviso prévio.

Esse visto solicita um maior número de documentos, são eles:

  • Comprovante de pagamento da taxa básica de aplicação; (gerada no site do Governo do Canadá e paga com cartão de crédito. Importante imprimir 2 cópias);
  • Cópia das folhas do passaporte que contenham seu nome e demais dados pessoais, sua foto e número do documento;
  • Duas fotos, de acordo com os padrões contidos no manual;
  • Comprovação financeira;
  • Certidão de Casamento;
  • Carta com suas intenções no país, explicando o propósito da sua viagem.

A partir de então, complete os formulários no site do Governo do Canadá de acordo com seu caso.

Preencha todos sempre com informações verdadeiras. No final do preenchimento online o sistema vai gerar um código de barras para cada pessoa.

O envio da solicitação e toda documentação pode ser online ou pessoalmente em um CVAC (Canadian Visa Application Centre).

Para solicitações online, devem ser seguidas a orientação no site e ser criado um arquivo por pessoa. Todo passo a passo está disponível em inglês ou francês.

Caso seu visto seja aprovado, você receberá um e-mail com uma solicitação de envio do passaporte. Eles precisam ser enviados a VFS, de acordo com as instruções que serão enviadas e comprovante de pagamento de uma taxa de transmissão de C$ 27.93 por pessoa.

Quando os passaportes com os vistos estiverem prontos, você receberá um outro e-mail avisando e poderá buscá-los no CVAC ou receber em casa, mediante uma taxa de envio que precisa ser paga antes do envio do passaporte ao CVAC.

Em caso da solicitação pessoalmente, a documentação – inclusive o passaporte – serão encaminhados no mesmo envelope e de maneira individual. Além das taxas básicas para solicitação do visto, há uma taxa de serviço de C$ 34.91 por pessoa.

Para o retorno do passaporte, você tem as mesmas opções de quem aplicou online: retirar no CVAC ou pagar uma taxa para que o documento seja enviado para a sua casa.

De acordo com o site oficial, o tempo de processamento hoje está em 12 dias, mais o tempo de envio e de retorno dos passaportes, mais o tempo da biometria, caso seja solicitado.

O TRV tem validade entre 6 meses a 10 anos, dependendo da data de expiração do seu passaporte. Ou seja, ele vence quando o seu passaporte vence.

 

Boa Viagem!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.