O que fazer em Valdivia, Chile

Onde fica Valdívia, Chile?

Essa cidade chilena não é apenas marcada pelo terremoto de Valdivia, mas por estar na área da Patagônia, uma das regiões mais bonitas da América do Sul.

Com pouco mais de 140 mil habitantes, a cidade, muitas vezes, é a porta de entrada para quem pretende admirar os cenários da patagônia chilena.

Além das suas belezas naturais, a região tem muita história para contar, já que suas origens remontam para os primeiros anos de colonização da América, no século XVI.

Essa encantadora cidade chilena, no sudoeste do país, está a cerca de 840 km da capital, Santiago, principal porta de entrada para vários destinos.

Dessa forma, a maneira mais fácil de chegar à Valdívia é escolher o aeroporto da capital como seu local de desembarque.

Ao aterrissar em Santiago, você ainda terá pela frente um trajeto um tanto quanto longo até seu destino final.

No entanto, você não precisa se preocupar, pois é possível voar até Valdívia. A cidade abriga um aeroporto regional, que recebe voos todos os dias vindos de vários destinos, como Santiago, Punta Arenas e Puerto Montt.

A viagem entre ambas as cidades tem duração de 1h30. Além disso, se preferir, você pode fazer o trajeto de ônibus que, claro, não é a opção mais recomendada e confortável, pois o tem duração de 9 a 11 horas.

O que fazer em Valdivia, Chile: quando ir?

Não basta descobrir como chegar ao destino, saber quando ir também te ajudará a aproveitar ao máximo as suas atrações e curtir os melhores passeios turísticos.

A vantagem é que há sempre o que fazer em Valdivia, Chile, em qualquer época do ano, porém, pois, cada temporada oferece experiências diferentes aos seus visitantes.

Para os turistas que querem fugir do frio, o verão, entre dezembro e março, é a temporada certa, para admirar as belas paisagens da Patagônia e aproveitar para curtir os passeios ao ar livre, pois as temperaturas ficam entre 9ºC e 24ºC.

O que fazer em Valdivia, Chile

Mesmo não sendo uma das principais cidades turísticas do país, esse destino pode surpreender seus visitantes devido a quantidade e variedade de atrações.

Por isso, listamos aqui tudo o que fazer em Valdivia, Chile!

Mercado Municipal

O Mercado Municipal está instalado em um prédio datado do século XX, que foi parcialmente destruído pelo terremoto de 1960, mas passou por um trabalho de restauração.

Hoje, o edifício é composto por dezenas de barraquinhas, espalhadas pelos seus corredores, que vendem de tudo um pouco, desde especiarias e utensílios, a artigos decorativos.

Não deixe de escolher um restaurante do local para experimentar os pratos típicos da gastronomia patagônica.

Feira Fluvial

Ao turistar por Valdivia, Chile, o que fazer deve incluir uma visita a feira fluvial, às margens do rio, bem na parte central da cidade, especializada em peixes e frutos do mar.

Além de ser um local muito interessante, onde é possível observar um pouco dos costumes chilenos, você também vai se deparar com várias curiosidades.

No local, lobos e leões marinhos ficam às margens do rio esperando para receber os restos de peixes descartados pelos pescadores.

Museu Naval Submarino O’Brien

Já pensou em conhecer um submarino por dentro? O Museu Naval Submarino O’Brien oferece essa experiência aos turistas, que podem visitar a parte interna de um submarino de guerra escocês, construído em 1971, a pedido da Marinha do Chile.

No espaço, é possível conhecer todas as suas dependências, salas de controle e toda a estrutura que compõe o submarino. Uma experiência inesquecível!

Passeios de barco

Na hora de escolher o que fazer em Valdivia, Chile, um passeio de barco pelo rio Valdívia não pode faltar.

O tour segue até a foz no Oceano Pacífico, para que as pessoas possam observar o encontro das águas.

Durante o passeio, os turistas podem observar as belezas na região, além de conhecer fortalezas construídas em locais estratégicos pelos espanhóis, no século XVI, para proteger a cidade.

Parque Oncol

Para os turistas que gostam de contato com a natureza, o Parque Oncol é um verdadeiro presente aos seus olhos, pois as paisagens do local são surreais.

O Parque Oncol faz parte do Santuario de la Naturaleza, um complexo repleto de muito verde, árvores centenárias e trilhas que permitem aos visitantes observarem a fauna e flora de perto. Um passeio delicioso para fazer em dias ensolarados em Valdivia.

Museu Histórico e Antropológico Maurice Van de Maele

Além de cenários surpreendentes, a cidade também tem muita história para contar aos seus turistas e, por isso, uma visita ao Museu Histórico e Antropológico Maurice Van de Maele, é essencial.

Instalado em um prédio antigo, da época da imigração alemã na região, o espaço possui um rico acervo com peças e artigos da cultura mapuche, povo que viveu na Patagônia Chilena antes mesmo da chegada dos espanhóis, no século XVI.

Trem El Valdiviano

Uma das grandes atrações de Valdivia no Chile é o passeio de Trem El Valdiviano, uma locomotiva britânica, em operação desde 1913, que leva os turistas para um tour pelas paisagens da Patagônia até Antilhue, na região de Los Lagos.

No trajeto a bordo do Maria Fumaça, você poderá experimentar um pouco da comida local.

Nas paradas do trem, é possível comprar artesanato nas feiras que existem nas nas estações de Huellelhue e Pishuinco.

A viagem a bordo do trem El Valdiviano acontece somente no verão. Então, se quiser fazer esse passeio, terá que se programar para viajar durante a estação.

Yungay e General Lagos

Os bairros Yungay e General Lagos reúnem heranças do período que antecedeu o terremoto no Chile, em 1960.

É uma área charmosa, e que ainda preserva seus edifícios datados do século XX.

Coloque calçados confortáveis e ande pelas ruas de Yungay e General Lagos para observar casas que não foram totalmente destruídas, permitindo que os turistas entendam como era a cidade antes da catástrofe.

Torreón Los Canelos

Valdívia é uma cidade com histórias por todos os lados. Um desses locais é o Torreón Los Canelos, uma antiga torre militar, erguida durante a colonização, no século XVII, para combater possíveis ataques de indígenas.

Atualmente, o edifício é considerado um Monumento Nacional, e jamais passará despercebido.

Castelo de Mancera

O Castelo de Mancera também é umas construções erguidas pelos espanhóis para proteger a cidade de Valdivia, Chile, dos ataques dos índios e estrangeiros.

Parte das ruínas do castelo estão intactas e, ao visitar o local, você terá uma bela vista da Baía do Curral e também do Oceano Pacífico.

Punucapa

Punucapa é um antigo vilarejo indígena do século XVI, que abriu suas portas para que o mundo pudesse conhecer um pouco do povo que habitou a região.

Para chegar até lá, os turistas fazem um passeio de barco. Depois, o passeio continua até o Santuário da Natureza Carlos Anwandter, com uma rica fauna.

Niebla

Niebla é uma área litorânea, localizada na Região de Los Rios, na foz do rio Valdivia, em frente a Corral.

Cercada pela natureza, a praia de Niebla é um destino muito procurado durante o verão, recebendo turistas de todas as partes do país.

Visite também o mercado popular, as ruínas de um forte espanhol e o museu.

Cervejarias artesanais

Que tal tomar uma cerveja gelada? A cidade de Valdivia tem muitas cervejarias artesanais na região.

São mais de 20 lugares espalhados por toda a cidade, que oferecem visitação guiada por suas dependências.

A mais popular é a Cervecería Kunstmann, que comercializa os produtos em larga escala e permite que seu processo de produção possa ser acompanhado de perto pelos turistas.

Aproveite e experimente um prato típico chileno no restaurante, que existe no local.

O que fazer em Valdivia, Chile à noite?

O roteiro pela cidade de Valdivia no Chile não acaba quando o sol se põe. A noite chilena oferece boas opções de gastronomia e também entretenimento aos seus turistas.

Depois de se aventurar nas suas principais atrações, a regra é conhecer os restaurantes e bares para experimentar as comidas típicas da região da patagônia, que são deliciosas.

A maioria dos restaurantes fica na região central e você poderá escolher aquele que mais te agradar. Entre as opções mais populares está o La Última Frontera, com um estilo mais despojado e divertido.

Para quem gosta de um clima descontraído, mas sem abrir mão de uma bela gastronomia, este é o lugar certo. O local oferece lanches e pratos típicos, além de vários rótulos de cerveja.

Murtao Restaurant também é uma ótima opção, especialmente se você quer apreciar o melhor da gastronomia chilena. Os pratos têm uma bela apresentação, além de serem muito saborosos.

Quer diversão? Então, o Cassino Dreams é o lugar certo!

 

Boa Viagem!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.